VITIMIZAÇÃO E SOBREVIVÊNCIA POLICIAL: UMA ANÁLISE SOBRE MORTES VIOLENTAS DE POLICIAIS MILITARES DO DISTRITO FEDERAL

  • Eric Rodrigues de Sales

Resumo

O presente artigo apresenta um estudo sobre a vitimização de policiais militares do serviço ativo pertencentes à Polícia Militar do Distrito Federal nos últimos dez anos e aborda aspectos de sobrevivência policial. Especificamente, aborda-se os crimes violentos sofridos por esses integrantes da Corporação e traz um comparativo sobre as ocorrências acontecidas em plena atividade policial e quando o militar está no período de folga. O objetivo geral é apresentar um diagnóstico sobre os óbitos de policiais militares ocorridos enquanto no serviço ativo, e trazer um panorama mais detalhado acerca dos óbitos por crime violento letal intencional fazendo uma correspondência na literatura análoga, bem como comparar ao ocorrido em outras Corporações Policiais Militares de outros estados da federação. É um estudo de abordagem tanto quantitativa quanto qualitativa, categorizando as causas mortis das diversas ocorrências elencadas, bem como as circunstâncias em que ocorreram. Verificou-se que os policiais militares da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) morrem por crimes violentos majoritariamente quando estão no gozo do seu período de folga, inclusive portando sua arma de fogo no momento do crime. Conclui-se que podem ser adotadas medidas para fomentar uma melhor capacidade de resposta e sobrevivência dos agentes estudados e diminuir essa estatística fúnebre.

Publicado
2021-08-17
Como Citar
Rodrigues de SalesE. (2021). VITIMIZAÇÃO E SOBREVIVÊNCIA POLICIAL: UMA ANÁLISE SOBRE MORTES VIOLENTAS DE POLICIAIS MILITARES DO DISTRITO FEDERAL. Revista Ciência & Polícia, 7(1), 35 - 55. Recuperado de https://revista.iscp.edu.br/index.php/rcp/article/view/159